sexta-feira, 18 de maio de 2012

O homem das flores

      A vida às vezes parece inoportuna a algumas pessoas, embora a realidade seja totalmente o contrário disto. Certa vez um homem, seis meses na fila do desemprego, com sua mulher grávida e prestes a dar a luz, buscando um caminho para sua vida, recorreu a uma cartomante desesperado.
      - Senhora, minha vida está um inferno. Busco emprego e não encontro, e minha mulher vai ter um bebê daqui duas semanas. Não tenho dinheiro para nada, nem para pagar-lhe. Só peço, encarecidamente que me dê um rumo na vida - suplicou o homem.
      - Nada posso fazer - anunciou a cartomante. - E não é o dinheiro que me proíbe do ato, é a vida. Tudo o que te digo: não pare de sonhar, ainda que o mar pareça agitado. Precisamos todos buscar lutar pelos nossos maiores sonhos, e jamais desistir.
Fonte: Guaraciabaperides.blogspot.com.br
      Agradecendo à mulher e um tanto confuso quanto às coisas que ela lhe havia dito, o homem correu para sua casa e, enquanto seguia embora viu um lindo pé de rosa plantado num jardim vizinho. Um dia, há muitos anos, ele tinha sonhado em construir um jardim imenso de flores. O tempo passou, a vida mudou e seu sonho ficou colocado na estante. Foi então que, decidido, aquele homem apanhou cuidadosamente aquele botão aberto de rosa com a raiz e o levou consigo. Determinou que aquela seria a sua primeira flor, o impulso inicial de seu sonho. E sonhou novamente com o jardim, e virou o maior vendedor de flores de seu país. Conhecido até no exterior por suas lindas e tão cheirosas flores, as meras consequências de um sonho realizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário no meu blog, não custará nada. Às vezes, leitor, é bom expressar nossos pensamentos.