sábado, 24 de março de 2012

A chance

       Desempregado, esfomeado. Sujo, triste, fedorento. Estas e mais algumas eram as características de Enzo Lorensio, que há mais de dois meses procurava um rumo para sua vida. Já sem casa, longe da família e dos amigos, o homem sequer sentia vontade de continuar a viver. Foi então que, sentindo-se nos seus últimos segundos aqui na Terra, levantou as mãos ao alto e clamou a Deus que lhe desse uma chance. Que uma luz fosse dada. Clamou alto aos céus para que o mundo se tornasse mais favorável, mais recíproco. A isto uma voz de um velho, logo atrás de Enzo, respondeu:
       - Se ainda vive, se ainda respira por estas bandas aqui da Terra, meu caro. É porque a vida, embora triste e cansativa, ela ainda não acabou. E sempre há uma chance a mais para os que vivem, basta que persista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário no meu blog, não custará nada. Às vezes, leitor, é bom expressar nossos pensamentos.